terça-feira, 16 de agosto de 2011

CONSERVA DE PIMENTAS



Ingredientes:

  • 50 g de pimenta dedo de moça;
  • 50 g de pimenta cumari;
  • 50 g de pimenta bode amarela;
  • 50 g de pimenta malagueta;
  • Dois dentes de alho;
  • Azeite extra virgem.

Modo de Preparo

1.      Prepare um frasco que caiba a massa das pimentas acima;
2.      Coloque em camadas de sua preferência;
3.      Durante o preenchimento do frasco, no meio do preenchimento coloque os dois dentes alho descascados;
4.      Depois de colocar todas as pimentas no frasco, complete o mesmo com azeite extra virgem;
5.      Mantenha esta conserva por aproximadamente dois meses curando antes de utilizar. Este tempo é suficiente para misturar os aromas das pimentas no azeite.

DICAS:

1)   A pimenta traz consigo alguns mitos, como por exemplo, o de que provoca gastrite, úlcera, pressão alta e até hemorróidas. Nada disso é verdade. Por incrível que pareça, as pesquisas científicas mostram justamente o oposto! Muitos dos benefícios da pimenta estão sendo investigados neste exato momento, pela comunidade científica e farmacêutica, originando alguns dos projetos de pesquisa mais picantes deste início de terceiro milênio.

2)    A substância química que dá à pimenta o seu caráter ardido é exatamente aquela que possui as propriedades benéficas à saúde. No caso da pimenta-do-reino, o nome da substância é piperina. Na pimenta vermelha, é a capsaicina.

3)    E tem mais: as substâncias picantes das pimentas (capsaicina e piperina) melhoram a digestão, estimulando as secreções do estômago. Possuem efeito carminativo (antiflatulência). Estimulam a circulação no estômago, favorecendo a cicatrização de feridas (úlceras), desde que, é claro, outras medidas alimentares e de estilo de vida sejam aplicadas conjuntamente.